Geral 08/03/2017 - 09:27 - Núbio Brito / Governo do Tocantins

Operação Carnaval da Agência de Regulação combate irregularidades no transporte intermunicipal

A Agência de Regulação realiza Operação Carnaval A Agência de Regulação realiza Operação Carnaval - Núbio Brito /Governo do Tocantins
A Agência de Regulação realiza Operação Carnaval A Agência de Regulação realiza Operação Carnaval - Núbio Brito /Governo do Tocantins
A Agência de Regulação realiza Operação Carnaval A Agência de Regulação realiza Operação Carnaval - Núbio Brito /Governo do Tocantins

 

A Agência de Fiscalização e Regulação realizou de 24 de fevereiro a 03 de março, nas entradas e saídas das principais cidades do Estado a Operação Carnaval.  A finalidade da operação foi coibir o transporte clandestino de passageiros, além de orientar e fiscalizar a prestação de serviços do transporte rodoviário intermunicipal e interestadual, do sistema Convencional, Alternativo e Fretamento Eventual ou Contínuo. Durante o período de fiscalização os agentes da ATR divulgaram através de um Folder, orientações sobre os direitos dos idosos quanto à gratuidade do bilhete de passagens.

De acordo com o Diretor de Fiscalização da ATR, Gustavo Araújo o objetivo das ações de fiscalização visa assegurar a regularidade, continuidade, eficiência e segurança do setor de prestação de serviço do transporte rodoviário intermunicipal de passageiros, principalmente combater o transporte clandestino de passageiros e garantir a qualidade do serviço ao usuário. “A intenção é proporcionar à população tocantinense um transporte público mais seguro e confortável”, disse o diretor.

Passageiros sem bilhetes de passagens, veículos transportando passageiros no regime de fretamento sem a documentação de porte obrigatório, foram as principais infrações cometidas. Durante a operação de Carnaval, 158 veículos foram fiscalizados, 08 autos infrações aplicadas e 01 remoção; o fluxo de pessoas viajando foi de 2179 passageiros.

A operação foi desenvolvida nos municípios de Palmas, Lajeado, Porto Nacional, Araguaína, Gurupi e Formoso do Araguaia, com autuações e notificações aos prestadores de serviços que estavam em situações irregulares, objetivando a correção das falhas e propiciando um transporte público mais seguro e confortável.

Compartilhe esta notícia